Ministério da Cultura apresenta


Formato: 350 x 110px

Releases

Lira Neto e Paulo César de Araújo são presenças confirmadas na Bienal do Livro de Minas

10/10/2014

Baixe aqui o release

Baixe aqui o release:
style=margin:
 
Esta será a primeira participação do jornalista Lira Neto que acaba de lançar o terceiro livro da elogiada trilogia sobre Getúlio Vargas e do escritor Paulo César de Araújo no evento
 
Paulo César de Araújo, jornalista e historiador, escreveu a polêmica biografia não-autorizada Roberto Carlos em Detalhes. Lançada em 2006, a obra chegou a vender 22 mil exemplares, até o autor ser processado e a venda do livro proibida por ação movida pelo biografado. Recentemente Paulo César lançou  o livro “O Rei e o Réu: Minha História com Roberto Carlos, em Detalhes”, obra que fala sobre a proibição da biografia do cantor.
 
O jornalista Lira Neto, autor do mais profundo estudo sobre o ex-presidente Getúlio Vargas, é outra nova confirmação da Bienal do Livro de Minas. Ele participará, ao lado de Paulo César de Araújo, da mesa “Biografias no Brasil”.A mesa promete jogar luz sobre este tema que, embora tenha sido regulamentado após anos de discussão, ainda é alvo de polêmicas. Durante o encontro, Lira falará também sobre o livro “Getúlio 1945-1954: Da volta pela consagração popular ao suicídio” (Companhia das Letras), colocando fim à trilogia que conta, em detalhes, a trajetória do político gaúcho. Fruto de uma pesquisa de cinco anos, o recente lançamento do volume tem um significado ainda mais especial: em 2014, completam -se 60 anos da morte do estadista, paradoxalmente amado e odiado pelo povo brasileiro. O debate acontecerá no Café
Literário, no dia 16 de novembro, às 17h.
 
Lira é autor de biografias de Padre Cícero, do escritor José de Alencar e da cantora Maysa. Para a pesquisa sobre Getúlio, principalmente em seus últimos anos de vida, o autor usou os diários e cartas do ex- presidente mantidos na Fundação Getúlio Vargas (FGV), com destaque para as 1.652 páginas de correspondência entre o político e sua filha, Alzira. O diálogo entre eles, segundo o jornalista, ajudou a entender as negociações políticas e o dia a dia do período em que Vargas instalou-se no interior gaúcho, entre 1945 e 1950. Também foi importante para a pesquisa o manuscrito inacabado e nunca publicado do segundo volume de memórias de Alzira, arquivado na Fundação. A trilogia escrita pelo cearense recebeu elogios de historiados que já possuem grande familiaridade com o tema, entre eles Boris Fausto (“Getúlio Vargas: o poder e o sorriso” – Companhia das Letras) e Maria Celina D’Araújo (“A Era Vargas” – Moderna). 
 
A Bienal do Livro de Minas acontece entre os dias 14 e 23 de novembro, no Expominas, em Belo Horizonte, e é reconhecida como o maior encontro literário do Estado. Uma das principais novidades desta edição será a curadoria do escritor João Paulo Cuenca, reconhecido como um dos principais nomes da nova geração de escritores. Ele será responsável pela programação do Café Literário, um dos espaços mais nobres do evento. A Bienal terá ainda a presença de 160 expositores, entre os maiores livreiros e editores do pa&iacu
Use as tags #EUAMOLER e #BIENALRIO e compartilhe seu amor pela leitura.
Local do Evento:
Expominas
Av. Amazonas, 6030
Gameleira - Belo Horizonte - MG
30510-000 - Brasil
Informações, Dúvidas e SAC:
+55 (31) 3332-5484
Atendimento: 10h às 17h
bienaldolivrominas@fagga.com.br

Comercial:
Ronaldo Gomes
(21) 2441-9373 / 99478-2896