Ministério da Cultura apresenta


Formato: 350 x 110px

Releases

Bienal do Livro encerra sua programação neste domingo

23/11/2014

Baixe aqui o release

Baixe aqui o release:

Público aproveitou última oportunidade para conferir o evento que contou com as presenças de Pedro Bandeira e Pedro Gabriel na programação cultural

O domingo (23) foi em clima de despedida na Bienal do Livro Minas, que encerrou sua programação com diversas atividades no Expominas. O dia começou agitado, com muita gente aguardando para a abertura dos portões. As famílias chegaram cedo com os filhos para curtir as atividades infantis do espaço Minas de Histórias. Assíduos na Bienal desde a primeira edição, o casal Paulo e Geisiane Aranha trouxeram a filha de apenas dois anos pela primeira vez ao evento. “Como gostamos muito de ler, sabemos o quanto é importante iniciar o contato com os livros bem cedo”, disse Geisiane.

O escritor Pedro Bandeira foi destaque no Conexão Jovem, lotando o Auditório João Ubaldo Ribeiro com público de todas as idades. Sempre simpático, ele atendeu a todos os fãs, até os que o aguardavam do lado de fora do espaço. Durante a conversa, Pedro falou sobre a carreira e com qual dos personagens de seus livros ele mais se identifica. “Sabe o detetive Andrade da série ‘Os Karas’? Ele é meio atrapalhado e tem um lado paizão, que tenta resolver as coisas da melhor maneira possível. Eu sou assim também”, revelou. O escritor ainda ressaltou a importância da leitura como aprendizado de vida. “Tudo aquilo que você lê fica memorizado e, em algum momento da vida, você usará essas histórias para resolver algum problema que aparecer”, afirmou.

Pedro Gabriel, autor de “Eu me chamo Antônio” e “Segundo”, esteve presente na Bienal para falar sobre sua carreira, obras e como iniciou seu interesse pela escrita. Recebido com aplausos e gritos dos fãs, Pedro contou como consegue dizer tanto em tão poucas linhas. “Eu trabalhava como redator publicitário e isso colaborou para que eu conseguisse me expressar em frases curtas e espaços reduzidos como os guardanapos”. A receptividade do público mineiro surpreendeu o escritor. “É uma emoção muito grande ter esse contato direto com o público, que antes era feito só pela internet. As pessoas aqui em Belo Horizonte foram muito carinhosas comigo. Isso me deixa sem palavras”, declarou. Segundo Pedro, a presença de escritores e leitores em eventos literários é fundamental para incentivar a leitura. “Além disso, o autor estar presente para poder falar diretamente com o público faz toda a diferença, pois mostra que existe uma relação fora da internet, que existem e têm sentimentos de verdade”, afirmou.

Na Bienal em Quadrinhos, quadrinistas atraíram olhares de pessoas de diferentes idades durante o Painel de Tirinhas. O debate sobre os personagens femininos nos quadrinhos contou com a participação dos quadrinistas Lucas Ed, Lu Cafaggi, Bianca Pinheiro e Fernanda Nia. “O mercado precisa criar mais personagens femininos fortes, que representem a mulher real para atrair esse público e não afastá-lo com a imagem de uma mulher ideal que não existe, que está fora dos padrões”, afirmou Bianca. Fernanda concordou com a fala da

Use as tags #EUAMOLER e #BIENALRIO e compartilhe seu amor pela leitura.
Local do Evento:
Expominas
Av. Amazonas, 6030
Gameleira - Belo Horizonte - MG
30510-000 - Brasil
Informações, Dúvidas e SAC:
+55 (31) 3332-5484
Atendimento: 10h às 17h
bienaldolivrominas@fagga.com.br

Comercial:
Ronaldo Gomes
(21) 2441-9373 / 99478-2896